A Verdadeira Busca

É a força de Deus que vive em nós e não nós (esta matéria) que vivemos.

Essa é a força, a verdadeira razão de existir que buscamos: o encontro está dentro de nós. A felicidade está neste encontro. A busca não termina neste encontro, porque vamos querer repeti-lo continuamente. A todo momento. Porque este encontro é êxtase, é maravilhoso. É Divino, na mais perfeita acepção do termo.

A verdadeira busca, portanto é encontrar o Ser Divino que habita em nós. Somos centelha Dele. Somos Ele. Porque buscamos longe? Porque não compreendemos nossa verdadeira natureza inata? Porque sofremos? Talvez iludidos pelos sentidos. Presos na maioria das vezes e na maior parte do tempo à outra grande ilusão: a de que somos livres e que podemos fazer tudo. Mas livres de quem? Do quê? Na pretensão dessa inadvertida liberdade que nem sequer entendemos, acabamos presos a toda espécie de sofrimento, vivendo relacionamentos baseados em hierarquia, poder e interesses mútuos. Vivemos para a satisfação desses interesses, do que nós mesmos julgamos ser certo ou errado (para nós), satisfazendo nossos egos gigantescos, iludindo-nos no simples contentamento de nossos sentidos físicos limitados, que passam de instrumentos necessários para a experiência física do Espírito neste plano, a guias quase exclusivos de nossas vidas.

Chega o momento chave do verdadeiro (re)encontro. É necessário e é urgente. O planeta entra agora numa era definitiva de progresso e tudo vai acontecer muito mais rapidamente do que supomos. É preciso muito Amor para superar as dificuldades que a humanidade enfrentará para se adaptar aos novos tempos. Problemas graves na saúde (humana e planetária em geral), tragédias naturais (como já estamos vendo): temos que estar preparados espiritualmente para enfrentar tudo isso e auxiliar os irmãos mais necessitados. Muitos espíritos elevados estão reencarnando entre nós para também prestarem este necessário auxílio.

Todos devem empreender a sua busca pessoal agora, voltada para o Amor. É a luz de Amor de Deus que de fato nos alimenta. Mas precisamos expandi-la em nós. Há diversos caminhos para isso. Cada qual deve encontrar o que melhor lhe fala ao Espírito. Mas com a compreensão de que este Amor já está em nós e que só falta resgatá-lo definitivamente, compreendê-lo e então amplia-lo, vivendo verdadeiramente a felicidade plena do encontro com Deus, o Pai Divino, e iluminando todos à nossa volta. Este caminho pessoal pode passar pela religião, claro. Mas sem perder o foco ou desviar-se pelos “atalhos” dogmáticos e muitas vezes preconceituosos, enraizados em séculos de incompreensões e distorções. As religiões sérias tiveram e ainda têm um importante papel na recondução da humanidade ao Criador. Todas elas, de alguma forma, cumprem este objetivo. Mas sua condução esgota-se e torna-se incompleta quando o homem busca a verdadeira comunhão com a Divindade Suprema, de infinito Amor e Bondade. A chamada “Auto Realização do Ser” completa esse caminho iniciado pelas religiões. E há, realmente, a necessidade que isso aconteça. E muitas religiões estão, inclusive, introduzindo em seus estudos, de alguma forma, teorias e práticas voltadas para a interiorização do Ser e seu encontro real com Deus. Mas no final das contas é tudo muito pessoal, individual mesmo. Por mais que haja auxílio, e todos necessitamos de algum auxílio em dado momento dessa busca, chega um ponto em que você tem que conseguir ir sozinho. Este encontro é único, não há como descrever sensações, ensinar qual vai ser o seu momento, prever, planejar como fazer. Cada um que chega a esta Auto Realização e a partir daí consegue expandir sua luz e conviver com Deus de fato, pode descrever do seu jeito e, mesmo assim, até certo ponto. Faltam palavras. Meditando, orando, dormindo, convivendo de uma forma inteiramente nova com os outros e consigo mesmo, descobrindo novas sensações…

O Criador está nos esperando. Nosso caminho, infalivelmente, é o do progresso em direção à Sua Luz. Ele nos deu o Universo infinito de possibilidades. Espíritos rebeldes que fomos, ainda assim Ele nos dá todo o Seu Amor e planeja um crescimento de aprendizado deste Amor. Nos dá o mecanismo da reencarnação, da experiência gradual nos diversos mundos físicos existentes, o auxílio dos Espíritos mais elevados que vão nos guiando nessa escola, Suas Leis Naturais imutáveis e perfeitas e, por último, o Livre Arbítrio para que possamos escolher a melhor forma de realizar esta obra do progresso e voltar ao Seu encontro. Mas muitas vezes confundimos o Livre Arbítrio com a falsa ilusão de uma liberdade total, como dito no início deste texto, usando-o com total irresponsabilidade e guiados por critérios suspeitos que nós mesmos inventamos. E, mesmo acreditando em tudo e estando bem informados sobre as leis de Reencarnação e progresso, ainda assim relegamos nosso encontro com Deus a um segundo plano. “Vamos deixar para a próxima encarnação”, “Na outra vou conseguir melhorar”, etc. Isso tudo faz parte do caminho, do progresso geral da humanidade, e não nos cabe aqui julgar tais exemplos. Mas precisamos vê-los de outro prisma. Pois temos a opção de realizarmos este encontro com Deus aqui, começando a nossa transformação agora. Então não podemos cair na contradição de “deixar pra depois” e ao mesmo tempo vivermos infelizes e reclamando da vida. E o tempo para a conformação já não existe. Se temos oportunidade de esclarecimentos maiores, é chegada a hora de colocar tais conhecimentos em prática. Deus não nos quer sofrendo e nem infelizes; ainda mais sabendo Ele de todo o poder que nos imbuiu desde a nossa criação. Ele espera pacientemente por nós, porque NOS AMA. Mas nos chama, e especialmente aos que já estão um pouco mais adiantados nessa escola (ou que estão tendo oportunidades para tal), para que façamos nossa “Auto Realização” o quanto antes, para que possamos ajudar mais e melhor aos nossos irmãos mais necessitados.

Apressemos nosso passo, cada qual dentro de suas possibilidades. Mas façamos nosso caminho rumo à convivência com Deus!

Laércio N. Coelho

(Inspirações diversas)

Detalhes sobre a mudança de vibração do planeta, segundo o Espírito Ramatís:

Anúncios
Esse post foi publicado em Espiritismo, Religião e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s